9 de janeiro de 2015

Morreu "O Baião"

Fiquei atónito mas não surpreendido, quando hoje, ao passar ali pela Avenida do Mar, deparei-me com a emblemática pastelaria do Baião com as montras forradas a papel pardo. Mais um local histórico e de muito boas lembranças que sucumbiu a estes tempos tão difíceis. Lamentável!

8 de janeiro de 2015

França/Europa - para onde vão?!?

O assunto é o do momento!
Sucedeu em Paris!
Espectável! Sim... espectável!
Aprendi desde muito jovem que não se deve brincar com coisas sérias, e os extremismos, sejam eles de que origem for, são assunto sério!
Alguém dos Repórteres sem Fronteira dizia ontem, "... o pesadelo tornou-se realidade!..."
Quando os cartoonistas "brincaram" com o Profeta sabiam o risco que corriam. Os desenhos "incendiaram" o mundo muçulmano, e as ameaças foram muito sérias na altura.
Contudo, o ataque de ontem ao Charlie é muito mais do isso, e tem causas que vão muito além de uns desenhos considerados ofensivos para os muçulmanos.
Tenho visto inúmeros argumentos acerca do que este ataque representa em termos de ataque à liberdade de expressão, à liberdade de imprensa, entre outros. Agora deixo aqui um ponto de vista, eu tenho o direito de ouvir música alta em minha casa, certo? Posso ouvir a música a altos decibéis à uma hora da manhã? Não! O meu direito de ouvir música alta não pode colidir com o direito dos meus vizinhos descansarem à noite! A minha liberdade vai até onde a liberdade do outro começa.
Não quero dizer que o sucedido ontem está justificado pela ofensa ao direito à religião de cada indivíduo. Mas também a sociedade (somos todos) deverá saber até onde pode ir.
O problema da França é o problema de uma Europa sem rumo definido, sem líderes fortes, sem políticas de bem estar social comuns.
A chamada tolerância é demasiado permissiva, produziu pessoas egocêntricas, onde os objetivos de vida são apenas imediatos e tem a haver apenas com bem estar material e dinheiro, muito dinheiro.
Os Europeus e os seus governantes (sem exceção), estão há muitos anos distraídos e, sem se aperceberem, têm o abismo na soleira da porta!...

7 de janeiro de 2015

Jackpot

Tanta tinta correu!
Tanta saliva foi gasta!
Tanto, tanto, tanto, e o jackpot foi finalmente cortado!
Mas ainda há quem diga que foi insuficiente!
E agora uma pergunta, partidos políticos da RAM, como é que vai ser o futuro?!? Sim, porque vêm tempos difíceis (nada que um grande número de famílias madeirenses não estejam já habituadas)!
Naturalmente que o PSD, PS e CDS são os partidos mais atingidos, mas o PTP que depende exclusivamente do jackpot, bem como o PAN, o PND e o MPT. Quem está numa situação mais favorável é o PCP, onde grande parte dos seus militantes são pagantes (ao contrário dos restantes partidos onde quase ninguém paga) e tem uma grande capacidade de militância e de angariação.
Com este brutal corte nas transferências para a atividade partidária, como é que o PSD, o PS, o CDS e o PTP vão sustentar tanto "filho" que depende exclusivamente dessas verbas que são transferidas do erário público?
Como é que o PSD vai "bombar" nas campanhas eleitorais com menos dinheiro disponível e com uma dívida de 13 milhões de euros?
Como é que o CDS vai poder continuar com o seu "programa de ajuda social" que não é nada mais que uma forma encapotada de angariar militantes? Sim, porque é condição primordial para receber uns pacotes de massa, arroz e leite, o preenchimento de uma ficha de militante.
Como é que o PS e o PTP vão poder pagar a tantos assessores?!?
Vão a partir de agora os eleitos desses partidos fazer como fazem os eleitos do PCP, que dão ao partido os valores que ganham pelo desempenho da sua atividade nos órgãos de poder local, regional e central?
A ver vamos. Mas de uma coisa eu tenho a certeza absoluta. Houve muita gente naquela Assembleia Legislativa que votou favoravelmente ao corte do jackpot como se tivesse uma arma apontada à cabeça que dispararia se não o fizesse, mas que a sua vontade era precisamente no sentido contrário, lá isso era!!


6 de janeiro de 2015

I´m back!!

Olá! Voltei! E que bom que é tê-lo feito!
Andei "desaparecido"! Bem, não de todo... Andei pelo facebook e acabei por deixar este meu blog praticamente abandonado. 
Pensei que essa rede social poderia preencher o espaço que eu necessitava para poder "desabafar" e trocar algumas impressões pessoais. Pensei que poderia fazer chegar aos meus amigos, e não só, o meu sentimento por algumas injustiças (do meu ponto de vista) e outras situações de opinião e pensamento meramente pessoais.
Enganei-me redondamente!!! Espalhei-me, como se costuma dizer!
Mas pronto, como há solução para tudo (exceto para a morte), aqui estou. Vou dar uns jeitinhos a isto, mudar aqui umas coisitas e mãos à obra!!
Até já!!!