6 de outubro de 2010

Covardia na blogosfera

"Alberto João Jardim disse esta segunda-feira, no habitual espaço de opinião “Palavras Assinadas”, da TVI 24, que tal como sempre lhe ensinaram, «a limitação da Liberdade assenta no respeito pela Liberdade dos outros. No respeito pelos Direitos legítimos de cada um». Em seu entender, «todos os sistemas jurídicos democráticos penalizam a injúria, a calúnia e por aí fora».

Hoje, acrescentou o presidente do Governo Regional, «com o desenvolvimento das novas tecnologias, as pessoas podem navegar nos seus computadores por esse mundo além, podem recolher informação em termos e a uma velocidade antes impossíveis, podem estabelecer mais e novos relacionamentos. Tudo isto é bastante positivo e saudável, representa um grande progresso, um grande passo em frente na nossa civilização».

Porém, acrescentou o chefe do Executivo madeirense, «não há bela sem senão. E tudo isto, infelizmente, também permitiu o aparecimento da blogoselvajaria. Há gente que se aproveita destas novas tecnologias para instrumentalizá-las ao sabor do que de mais reles e baixo existe nalguns seres humanos».

Na sua opinião, «temos assistido ao desenvolvimento exaustivo dessa forma de covardia, que é o anonimato, introduzir na blogosfera mensagens injuriosas, caluniosas e de outros tipos de porcaria, cujos autores, dando vazão às suas patologias psíquicas, libertinamente agridem quem lhes der na real gana. Qualquer psicopata permite-se desrespeitar outras pessoas, estas assim tornadas alvos de rancores, de complexos, de frustrações e de outras anomalias psíquicas, por parte de indivíduos marcados pelas contingências da vida ou pelas suas próprias impotências e incompetências».

Para Alberto João Jardim, «este tipo de violação dos Direitos Fundamentais de cada um, tornou-se corriqueiro através dos computadores. Trata-se de uma catarse de bandalhos e de imbecis, à custa da sociedade, como se esta fosse a culpada dos falhanços de vida por parte de tal gente. É a velha idiotice de a culpa ser sempre da sociedade, e não da vontade e da responsabilidade dos malandros. Mas o ridículo é a impunidade de que goza este tipo de delinquência».


Portugal sem legislação para combater estas práticas


Tal como afirmou, «Portugal, por exemplo, ainda não tem legislação para combater eficazmente estas práticas que ofendem os Direitos, Liberdades e Garantias individuais, consagrados na Constituição da República para todos e cada um dos cidadãos. O combate a este tipo de criminalidade não se faz, porque as hesitações resultantes das cabeças baralhadas dos que deviam ser responsáveis, hesitações que, nos vários sectores, trouxeram Portugal à situação deprimente em que se encontra, levam a considerar exercício da liberdade, estas formas nojentas de anonimamente injuriar, caluniar, etc. Parece que constituem uma derrogação às normas do Código Penal».

Em seu entender, «o mais caricato, é o facto de instituições que deviam velar e regular este sector, não se as vê intervir como deve ser. Hesitam quanto ao uso dos seus poderes legais, ou nem mesmo parecem conhecê-los ou querer desencadear. Para além da pobreza e das lacunas legislativas que gramam, os Portugueses são cada vez mais apertados com impostos, para manter instituições que dizem fiscalizar não se sabe bem o quê e como, e ainda para sustentar outras mais entidades, que dizem ser para fiscalizar as tais Instituições que já têm competências fiscalizadoras! Não é um país enlouquecido?!», rematou Alberto João Jardim. "

In Jornal Oficial do Governo Regional da Madeira e PSD-Madeira, Jornal da Madeira

Este artigo vem publicado no jornal oficial do Governo Regional e do PSD, Jornal da Madeira, na sua edição de hoje.
Pelos vistos a blogosfera está a incomodar o "único importante", a julgar pelo tipo de intervenção que o senhor Presidente fez.
Naturalmente que não estou de acordo com a calúnia barata nem com a ofensa desmedida que por aí anda, mas, o senhor Presidente do GR não é propriamente um bom exemplo de seriedade e honestidade, pois não?!?
O dito já é velho, "...cada um luta com a arma que tem e como pode..."!
Se a minha arma é o meu blog (que não é anónimo), então vou usá-lo!
Para defender a minha Liberdade!!!
Para a defesa do meu conceito de Democracia!!!
Para a defesa desta minha República!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário